INFORMATIVO PREFEITURA DE GALILEIA

A IMPORTÂNCIA DAS ESCOLINHAS DE FUTEBOL NO DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS

O esporte tem um papel fundamental no desenvolvimento físico e comportamental das crianças. Além de promover a saúde e o condicionamento físico dos pequenos, as atividades físicas exercem um enorme impacto no bem-estar psicológico e social delas.
Essas são algumas das razões do aumento de matrículas nas escolinhas de futebol, que promovem a integração e a sociabilização das crianças.
Os benefícios proporcionados para quem está em fase de desenvolvimento são inúmeros, inclusive no tocante à formação psicológica e temperamental dos pequenos alunos. O convívio com outros alunos da mesma faixa etária desenvolve nas crianças os seguintes aspectos:

Socialização infantil nas escolas de futebol
Um dos fatores de maior destaque nas escolas de futebol é a possibilidade de os alunos interagirem em grupo, já que a modalidade esportiva requer a formação de times.
Juntar-se a uma equipe esportiva dá às crianças um sentimento de pertencer a algo e a oportunidade de fazer novos amigos. Além disso, envolver-se em um esporte também é um modo de as crianças terem outro círculo social fora da escola.

Esporte trabalha com a autoestima
À medida em que as crianças conquistam um prêmio, uma medalha ou vencem uma partida de futebol, elas conseguem alcançar novas metas e melhoram sua autoestima e confiança.
As vitórias em campo se refletem na melhora do rendimento escolar, estimulam o raciocínio rápido e a capacidade de concentração, fora e dentro da sala da aula.
Com esse pensamento que a Prefeitura de Galiléia tem investido na escolinha de futebol, e coordenador Leandro tem se dedicado com afinco e muita esperança, não só na possível revelação de craques, mas no incentivo a um grande futuro dos alunos que lá frequentam.

ALUNOS ENTERRAM “CÁPSULA DO TEMPO”PARA SER ABERTA EM 2040 EM GALILEIA

A iniciativa marca entrega de obras para melhorias no sistema de abastecimento de água e estimula jovens a pensarem no futuro.

Alunos da escola municipal Waldira de Castro Martins, em Galileia, no Vale do Rio Doce, participam de uma cerimônia especial nesta sexta-feira (23). Eles vão enterrar uma “cápsula do tempo” que só será aberta em 2040. A ação marca a entrega das obras de revitalização do reservatório de Galileia, promovidas pela Fundação Renova com o objetivo de melhorar a eficiência do sistema de tratamento de água e aumentar a oferta atual de abastecimento. Essas intervenções vão reduzir os riscos de interrupção no fornecimento de água.
Ao todo, cerca de 400 alunos participam de atividades durante toda a manhã desta sexta-feira, no reservatório de Galileia. Na ocasião, 54 crianças vão plantar 18 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. Em seguida, uma “cápsula do tempo”será enterrada com cartas dos estudantes dizendo o que eles esperam para o futuro do planeta.
“Vai ser um dia de comemoração e reflexão. Estamos satisfeitos com as obras realizadas em nossa cidade. Precisamos, entretanto, também refletir, buscar um futuro mais sustentável e ter a esperança de um mundo mais verde e feliz. E isso só acontecerá mediante a formação de crianças”, afirma Juarez da Lima Silva, prefeito de Galileia.

Obras em Galileia

As obras em Galileia foram divididas em duas fases. A primeira será entregue nesta sexta-feira e foi concluída pela Fundação Renova. Fazem parte dessa etapa a construção de uma nova adutora,que será interligada à estação de tratamento (ETA),e a revitalização do reservatório de água tratada da cidade. No reservatório, foram feitas recuperação estrutural das partes externa e interna, urbanização da área, substituição de válvulas, adequação da parte elétrica, entre outras melhorias.
Em outubro, a Fundação Renova deu início à segunda fase de obras no sistema de captação e tratamento de água de Galileia. De acordo com a gerente do território Médio Rio Doce, Neuza Tito, nesta fase vai ser construída uma nova estação de tratamento (ETA), que vai aumentar a segurança no abastecimento de água no município. “Além disso, a Fundação Renova vai promover a implantação de uma nova Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR), que vai contribuir para que lodos e outros sedimentos não voltem ao rio”.
Segundo o líder de infraestrutura da Fundação Renova, Alessandro Luis Jeronimo, as intervenções vão garantir que não falte água na cidade. “Ainda nesta segunda fase,vamos promover a operacionalização de quatro poços de água subterrânea já existentes e sua integração ao sistema de tratamento, garantindo uma captação alternativa ao município. Tudo isso vai ampliar e garantir a segurança do sistema de abastecimento de água em Galileia, beneficiando toda a população da cidade.”
Fonte: Fundação Renova

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada511 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *