É PRIMAVERA, É SETEMBRO… É O MÊS DA ÁRVORE – Por Valter Andrade

Valter Ferreira de Andrade – Técnico em Saneamento Ambiental / Servidor da FUNASA

No mês de setembro é comemorado o dia da árvore. A anos atrás era uma data bastante comemorada, principalmente na rede educacional, onde várias ações eram realizadas, como palestras, teatro, distribuição e plantio de mudas, tudo isso para simbolizar esse dia tão importante e que atualmente já não desperta tanta atenção das pessoas como deveria.
Muitas vezes associamos a importância da árvore apenas no sentido de nos proporcionar uma maravilhosa sombra e é verdade que só por esse fato com toda certeza qualquer árvore mereceria todo o nosso cuidado, mas na verdade sua utilidade para o meio ambiente é muito mais abrangente do que se imagina.
Muitas pessoas desconhecem o importante papel que as árvores desempenham na vida do planeta, principalmente na recarga dos lençóis freáticos e das nascentes. Funciona nesse caso como uma esponja, pois retém a água da chuva em suas folhagens e vão descendo pelo seu tronco infiltrando lentamente no solo e contribuindo enormemente com o ciclo da água na natureza.
Por isso a importância da MATA DE TOPO DE MORRO. Sem essa vegetação as chuvas caem no solo totalmente descoberto e descem para os córregos, rios e lagos em forma de enxurradas carreando consigo a matéria orgânica e demais nutrientes, assoreando esses cursos d’água. Como podemos perceber, sem as árvores para exercer a função da recarga hídrica, o que temos como retorno é solo pobre e improdutivo, erosão, diminuição drástica na produção de alimentos e a cada dia menos água em nosso meio.
Não é difícil de entender o porque do desaparecimento da água nas diversas regiões do país e podemos citar o nosso próprio município que vem vivenciando esse problema em várias localidades, inclusive com a extinção de vários cursos de água, obrigando as pessoas a buscarem outras alternativas para suprirem suas necessidades com esse recurso escasso e de vital importância para a vida humana e animal.
O sistema ambiental é dinâmico e agradece qualquer ação que vise mantê-lo vivo.

****texto de responsabilidade do seu autor – a opinião aqui publicada não representa  necessariamente a opinião do site.

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada136 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *