A DIFICULDADE NO ACESSO A AGÊNCIA DO INSS EM CONSELHEIRO PENA HUMILHA O CONTRIBUINTE

Conselheiro Pena – A cortesia e simpatia não são fortes no atendimento da agência do INSS, pois é constante a reclamação dos usuários que procuram aquela repartição. Como se não bastasse, a falta de acessibilidade à agência também contribui muito na ausência de qualidade do atendimento dispensado aos contribuintes.

É contraditório que uma instituição que recebe diariamente pessoas idosas, doentes e acidentadas, em busca de benefícios previdenciários, não esteja adequada às questões atinentes à acessibilidade. Não há em nossa região, órgão mais buscado por pessoas com deficiência do que a agência do INSS. Mesmo que a população portadora de necessidades especiais permanentes, seja em um número muito reduzido,  o INSS é frequentado por um grande número de contribuintes, que necessitam de acesso facilitado naquele órgão para receber os direitos beneficiários, mesmo que de forma temporária.

A agência do INSS em Conselheiro Pena, não possui rampa, corrimãos, sequer um instrumento que facilite o  acesso das pessoas que necessitam daquela repartição para protocolizar o pedido benefícios. Mas, há sim, detector de metais, guardas permanentes, câmeras de vigilância e alarmes. Mas não tem nada que proteja o cidadão contribuinte e pagador de impostos que precisa ter atendimento naquele prédio. É comum passarmos em frente ao prédio e vermos pessoas com muletas, idosos, pessoas em macas, esperando na calçada, na lama ou poeira da praça na entrada da agência da cidade.

A agência do  Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) há vários anos não recebe reformas  de forma a garantir o acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. Esta autarquia previdenciária protela, há anos, as adequações necessárias em seus prédios, decorridos mais de 30 anos da promulgação da Constituição Federal e mais de 18 desde da publicação da lei que normatiza a promoção da acessibilidade no país, não é razoável que tão pouco tenha sido feito.

O INSS contestou, por vezes as ações judiciais neste sentindo, defendendo que não estaria omisso em relação à questão. Informou que engenheiros do seu quadro funcional vêm trabalhando em melhorias em outras sedes, porém ressaltou que as demandas estão sendo atendidas na medida do possível.

Ao ponto que se vê, por tanto tempo a ausência da acessibilidade necessária, impõe aos cidadãos a humilhação  no atendimento , e não há justificativa para que o INSS descumpra a Constituição e a lei, não realizando as adaptações necessárias à acessibilidade da agência referida.

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada1.187 vezes

3 comentários em “A DIFICULDADE NO ACESSO A AGÊNCIA DO INSS EM CONSELHEIRO PENA HUMILHA O CONTRIBUINTE

  • 16 de setembro de 2019 em 18:23
    Permalink

    Excelente matéria. Uma vergonha a acessibilidade ao INSS.Hoje, eu e minha esposa, sentimos na carne a dificuldade de acessar o prédio do INSS. Sergio do Laboratorio Sao jose.

    Resposta
    • 17 de setembro de 2019 em 20:20
      Permalink

      Eu sempre passo.na porta e ouço pessoas do.lado de fora falando que o tratamento e péssimo. Que triste ne?as vezes passo e fico olhando .

      Resposta
  • 16 de setembro de 2019 em 21:08
    Permalink

    Excelente matérias sobre acessibilidade da agência do INSS…..mas não é só o único lugar que precisaria melhorar a acessibilidade as seus usuários, exemplos tem nossas farmácias que tem sua área na rua demarcada pra que estacione somente em uso da farmácia, mas tem gente não respeita e deixa carros e motos nessas áreas que ficam impossível estacionar e sem contar que não existe calçada com acesso (rampas) pra cadeirantes e até mesmo para os idosos.
    A mobilidade no centro de conselheiro pena é muito ruim e alguns comércio não respeita o espaço para que nos os pedestres possam andar tranquilamente.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *