INFORMATIVO CÂMARA DE VEREADORES DE GOIABEIRA

VEREADORES SE REÚNEM PARA DISCUTIR PROPOSTAS IMPORTANTES PARA GOIABEIRA

O vereador, por morar onde moram seus eleitores e viver o seu dia a dia junto deles, acompanha de perto os acontecimentos da vida da comunidade. Ele também exerce suas atividades profissionais nesse ambiente. Estando tão próximo, encontrando as pessoas, conversando com um e com outro, ele fica conhecendo as necessidades do povo.
O vereador tem oportunidade de ouvir sugestões, reclamações e pedidos vindos das pessoas as mais variadas, desde as menos atuantes e informadas até as que sabem das coisas que não andam bem. Ele, inclusive, é, por direito, usuário dos serviços públicos que são oferecidos aos seus conterrâneos e pode avaliar se são de boa qualidade ou não. Por estar tão próximo à sua comunidade, ele fica conhecendo as demandas sociais. Consciente de que é capaz de influenciar em decisões que beneficiem a todos, o vereador deve buscar meios para ajudar sua cidade.
O vereador é “por excelência, o representante do povo no município”, logo, é um dos brasileiros mais importantes para a vida do país. É o parlamentar que subiu o primeiro degrau de uma vida pública que exige muita experiência. Será muito interessante conhecermos melhor o seu trabalho.
O desenvolvimento do trabalho do vereador culmina na reunião da Câmara. Os vereadores de Goiabeira, reuniram-se no dia 10 de setembro sob a presidência do senhor Presidente Messias Fernandes, com a presença unânime dos membros da Casa. Durante a sessão o Vereador Agostinho Antônio Filho, salientou a importância da participação da população nas reuniões afim de acompanharem os trabalhos, manifestou-se a respeito do patrolamento da estrada onde o mesmo havia solicitado à administração municipal, onde já se deu o início do trabalho.
Agostinho lembrou ainda que há necessidade de regulamentar a questão da coleta de lixo, visto que como no fim de semana o lixão fica fechado, muitos acabam jogando lixo nas estradas.
O Vereador Samuel Ferreira, manifestou-se falando sobre os recursos em caixa na administração passada, deixados para este mandato, para que fossem efetuados os devidos pagamentos, e hoje há fornecedores do município que estão cerca de 32 meses sem receber.
O vereador Artur Rabelo, manifestou a alegria em ter os visitantes acompanhando a reunião da Câmara. Disse que as reuniões da Câmara deveriam ter uma maior publicidade para evitar opiniões distorcidas sobre o que é debatido na Câmara. Segundo o Vereador Artur, os vereadores precisam do executivo e o executivo dos vereadores, mas que a maior função do vereador é fiscalizar o Município, salientou que o vereador tem sua opinião independente, lembrando as vezes que se manifesta contrário, mas se o projeto for bom todos, seu apoio é certo. Artur falou também sobre a necessidade de apurar de perto a questão de dívidas do município do mandato anterior com restaurante. Mas também houve manifestação de que a administração anterior teria deixado dinheiro em caixa para terminar compromissos e saudar dívidas contraídas pelo ex-prefeito.
O vereador Jacy Peres, manifestou-se em Plenário, falando sobre a responsabilidade de cada um nas suas manifestações, pois cada um tem uma ideia, diz que talvez tenha cometido uma falha em falar que o prefeito não tem obrigação de pagar dívida, mas que estas notas de 2016 elas existem, como ele esteve fiscalizando em dever do mandato, a primordial função é fiscalizar o Município, para ver o que está acontecendo.
Vereador Jacy, agradeceu ao prefeito pela obra realizada perto da delegacia, obra está fruto de um requerimento que o mesmo fez, pedindo um corrimão para aquela localidade.
O Vereador Joao Dias, também em sua manifestação em plenário, disse que devemos todos nos inteirar melhor de qualquer problema, para não ficar falando coisas que não é correto; manifestou-se também a respeito do imóvel a ser adquirido a sra. Tarsila e no que depender do seu empenho tudo fará.
Por ordem do Vereador Messias, presidente da Câmara, foram apresentados Pareceres das Comissões de Finanças, Orçamento e Tomadas de Contas, Legislação Justiça e Redação Final; sobre o Projeto de Lei Complementar nº 007/2019, de autoria do Poder Executivo, que: “Dispõe sobre as Diretrizes para Elaboração da Lei Orçamentária para o Exercício Financeiro de 2020 e dá Outras Providencias”.
O Presidente Messias Fernandes, submeteu ao plenário em segunda discussão e votação o Projeto de Lei nº 007/2019, de autoria do Poder Executivo, que sem manifestação foi aprovado por unanimidade.

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada653 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *