CEMIG MODERNIZA LAVANDERIA DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DO CARMO, EM RESPLENDOR

Companhia investe cerca de R$ 115 mil para garantir mais eficiência no uso da energia elétrica da instituição

A Cemig entregou ao Hospital Nossa Senhora do Carmo, em Resplendor, duas secadoras de roupas mais modernas e eficientes, na última semana. A iniciativa, realizada por meio do Programa Energia Inteligente da companhia, tem como objetivo contribuir para a redução dos gastos com energia elétrica, possibilitando a adequação do orçamento para investimentos em melhorias nos atendimentos à população do município.

Segundo o engenheiro de eficiência energética da Cemig, Fernando Queiroz, as secadoras têm capacidade para 50 quilos cada uma e devem garantir, ainda, mais agilidade na execução dos processos da lavanderia do hospital. “Os modelos de secadoras são desenvolvidos com tecnologias capazes de evitar o superaquecimento, característica fundamental para a conservação das roupas e, principalmente, para a segurança dos profissionais da saúde”, explica.

Com a iniciativa, a Cemig busca, ainda, contribuir para que os hospitais reduzam a parcela do orçamento destinada à conta de energia e ofereçam mais conforto em suas instalações. Para a modernização dos equipamentos do hospital de Resplendor, o Programa Energia Inteligente está destinando cerca de R$ 115 mil.

Programa Energia Inteligente e saúde

No biênio 2019-2020, o Programa Energia Inteligente irá investir mais de R$ 40 milhões na área da saúde. Ao todo, serão substituídos 65 focos cirúrgicos, utilizados em procedimentos médicos mais complexos e que exigem maior acuidade visual, 89 aparelhos de esterilização de materiais cirúrgicos (autoclaves), 115 secadoras de roupas hospitalares e mais de 90 mil lâmpadas de alto consumo. A ação prevê, ainda, a instalação de usinas de geração fotovoltaica.

O Programa Energia Inteligente da Cemig é regulado pela Aneel e se baseia no incentivo à mudança de hábitos, resultando na redução e eliminação do desperdício como forma de bom uso e preservação dos recursos naturais.

fonte e foto: drd.com.br

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada669 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *