DESIGUALDADE SOCIAL – Por Ermínio Ton

Quando falamos em desigualdade social vem logo à mente o fato de se ter ou não poder aquisitivo, mas esse fenômeno vai muito além de possuirmos dinheiro. Enquanto um pequeno grupo de pessoas vive no mais alto luxo, a maioria esmagadora da sociedade vive na extrema escassez, muitas pessoas, erroneamente, associam desigualdade social ao modelo econômico, mas na verdade desigualdade social envolve vários fatores.
Existem três grandes problemas geradores da desigualdade social: o primeiro tem a ver com a corrupção, o segundo tem a ver com a falta de investimento em educação e o terceiro tem a ver com o desemprego. A desigualdade social se intensifica também de acordo com a região e a cultura dos indivíduos, embora um país como o Brasil seja extremamente rico no que concerne aos recursos naturais, pessoas morrem de fome e de doenças diversas todos os dias, um dos grandes problemas que andam lado a lado com a desigualdade é a criminalidade, quanto menos é o investimento em educação maior será o problema com a criminalidade e com a desigualdade propriamente dita.
Tanto a desigualdade social quanto qualquer problema semelhante só pode ser resolvido com a participação de toda uma sociedade. É preciso que cada um tenha a consciência disso e faça sua parte, todo ser humano precisa ter direitos de sobrevivência e vida digna, no caso do Brasil a própria constituição federal de 88 em suas cláusulas pétreas nos garante os direitos fundamentais. É importante lembrar sempre que a educação é a base de uma sociedade, sem educação não há possibilidade de um pais melhor. Portanto, para combater a desigualdade social é preciso usar a educação como a ferramenta principal.

  • Produtor rural em Conselheiro Pena

**o texto é de inteira responsabilidade do seu autor e não representa necessariamente a opinião do site

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada1.375 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *