GOVERNADOR ROMEU ZEMA FALA QUE ESCOLAS SÓ PODEM REABRIR EM 2021

As escolas em Minas Gerais podem ser reabertas somente no ano que vem, de acordo com o governador Romeu Zema. Em entrevista exclusiva à Itatiaia, além de falar sobre a possiblidade de chamar excedentes de concursos do sistema prisional em caso de vencimentos de contratos, Zema defendeu o adiamento do Enem e afirmou que grandes eventos com aglomerações em Minas só serão permitidos em 2021.

“Se o Enem for significar grandes aglomerações, e pelo que eu sei sempre foi, eu sou favorável a um adiamento ou então que faça de uma forma que as pessoas não fiquem concentradas. Mas eu tenho dito que a volta às aulas, eventos sociais, festas, e eventos esportivos, como jogos de futebol, na minha opinião muito dificilmente vão acontecer este ano novamente”.

Reunião

O governador Romeu Zema se reuniu, pela primeira vez, presencialmente, depois do início da pandemia, com os prefeitos da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A repórter Edilene Lopes, da Itatiaia, apurou que a reunião teve tom político e prefeitos reclamaram que estão gastando sozinhos enquanto o estado recebe ajuda da iniciativa privada.

O prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), teria dito à Zema que de R$ 1,5 bilhão que o estado vai destinar exclusivamente à covid-19 na capital mineira, a PBH abre mão para que seja destinado a municípios mais necessitados, para que eles também atendem pacientes.

Zema teria dito também que dificilmente o ano letivo será concluído em Minas, já que ele considera impossível a reabertura de escolas.

O prefeito de Contagem, Alex de Freitas (sem partido), disse à Itatiaia que entrou com poucas expectativas da reunião e saiu 100% frustrado porque avalia como tardia a tentativa do estado de coordenar as aões na RMBH. O único ponto positivo, de acordo com ele, foi o fato de a previsão do número de casos no pico da curva ser menor do que o esperado.

Anúncio no Twitter

Pelas redes sociais, o governador Romeu Zema anunciou a liberação de mais 288 leitos de UTI para Minas. Com esse número, segundo ele, o estado conseguiu reativar 656 leitos em todas as regiões.

Zema disse ainda que desde que foi confirmada a transmissão comunitária do vírus, tomou diversas medidas visando a maior estruturação da rede de saúde, com a ampliação dos leitos.

O estado contava, em fevereiro, com 2.013 leitos de UTI no SUS e, agora, são 2.669 leitos de terapia intensiva na rede.

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada1.722 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *