AFRONTA OU CONIVÊNCIA? CORTE DE ÁRVORES EM FRENTE AO IEF – INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS DE CONSELHEIRO PENA

ief1

Conselheiro Pena – Duas árvores que púbicas que ficam na calçada do Núcleo do Instituto Estadual de Florestas foram cortadas de forma drástica e covarde.

A poda, de forma clandestina a princípio, e possivelmente sem autorização legal, revoltou alguns dos servidores do instituto que quando chegaram para trabalhar encontram um amontoado de galhos na porta do instituto .

As árvores que são públicas, popular Oiti, foram cortadas com tamanha severidade que causou surpresa e revolta nos moradores próximos e nos próprios funcionários  do instituto, pois como são inquilinos do imóvel, questionaram a proprietária do imóvel, que informou à Gerente do Parque Estadual Sete Salões Eslainy Repossi, que não havia autorizado nem solicitado o corte das plantas.

A poda radical, está sendo questionada junto aos órgãos ambientais da prefeitura, para se apurar quem teria autorizado tamanho absurdo

A direção do Parque Estadual Sete Salões, tem sido destaque na região pois todo ano, tem fomentado a preservação, inclusive doando mudas com o fim de reflorestar nascentes e beira de rios e córregos.

Segundo a Gerente Eslainy, “a ação além de criminosa foi uma afronta ao Núcleo do Instituto Estadual de Florestas”, finalizou.

Porem uma reviravolta no caso, parece ter dado novo rumo, na mistério do corte de árvores do IEF. Segundo informações do senhor Elton Joaquim, servidor do município, as árvores foram vistas podadas ontem 18/10 por volta das 14 horas da tarde, tendo em vista que o horário era de expediente e foi visto por várias pessoas que passavam pelo local.

Por David Luvinstain

IEF

MANIFESTAÇÃO DA GERÊNCIA DO PARQUE ESTADUAL SETE SALÕES:

setesalhoes

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada4.389 vezes

8 comentários em “AFRONTA OU CONIVÊNCIA? CORTE DE ÁRVORES EM FRENTE AO IEF – INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS DE CONSELHEIRO PENA

  • 19 de outubro de 2017 em 13:53
    Permalink

    Isso é mentira que não foi criminoso não,pq as árvores foram cortadas durante o dia e tinha um funcionário do IEF vendo as árvores sendo cortadas. Agora falar que foi durante a madrugada e querer culpar os outros é pura mentira.

    Resposta
    • 19 de outubro de 2017 em 15:33
      Permalink

      Alguém falou que foi de madrugada ? não foi mesmo não , foi em um horário que não estávamos aqui, as 8h da manhã nada mais podia ser feito o trabalho dele já estava sendo concluído, erramos em não ter chamado a policia pra ele na hora…

      Resposta
    • 19 de outubro de 2017 em 16:04
      Permalink

      Meu caro Elton, não te conheço, mas de primeira dá pra se notar que não é de boa índole, pois para realizar comentários e afirmações sem saber o que de fato é concreto, não é uma coisa honesta. Não sou de ficar discutindo ou postando em redes sociais, mas o uma coisa quero dizer, você está completamente equivocado. Temos testemunhas oculares e pessoas de bem, que presenciaram o fato e dispostas a testemunhar. E outra o ocorrido, iniciou-se por volta da 06 :00hs, e as 08:00hs da manhã, as árvores já estavam completamente cortadas, não havia mais nada o que fazer. Apenas fazer cumprir a lei e identificar os responsáveis. E só pra te esclarecer o horário de funcionamento do IEF, inicia-se as 08:00hs, e é nesse horário que os funcionários chegaram e viram o que estava ocorrendo. Infelizmente não tinha mais como impedir o fato. E o que se podia fazer erá observar. Primeiro, corte e poda de arvores na área urbana quem autoriza é o município (CODEMA), e é preciso se pegar autorização prévia, e tal autorização deve ser solicitada pelo proprietário do Imóvel, ou Inquilino. E com certeza isto não ocorreu. Pode ter certeza que tudo será apurado e será tomada as medidas cabíveis e os responsáveis serão punidos de acordo com a lei.
      Faça o Favor, antes de fazer comentários e afirmações procure se informar melhor.

      Resposta
  • 19 de outubro de 2017 em 14:42
    Permalink

    As árvores foram cortadas ontem antes das oito horas da manhã, quando os funcionários chegaram já era tarde.

    Resposta
  • 19 de outubro de 2017 em 22:27
    Permalink

    Seja qual hora que foi cortada não justifica o fato . E outra quando o senhor ai for falar da índole de alguém procure saber direito de quem esta falando .Porque há várias maneiras de dizer que alguém está errado.

    Resposta
  • 20 de outubro de 2017 em 02:16
    Permalink

    Ficou ótimo!
    Parabéns a quem podou as árvores!
    Só não gostou quem não passa ali à noite.
    A poda é necessária, órgão nenhum tem a iniciativa de fazer uma poda bem feita, agora ficam lamentando!
    Os empreiteiros da cemig é que realizam podas visando apenas a proteção da rede elétrica, transformando as árvores em um gancho.
    Quando o poder público não age, o particular faz do seu jeito.
    Se a prefeitura realizasse a poda periódica, isso não teria ocorrido.

    Resposta
    • 21 de outubro de 2017 em 23:07
      Permalink

      Para dizer que ficou otimo é porque não entende mesmo nada sobre fisiologia das plantas e dos beneficios que as árvores urbanas trazem. Devidamente autorizada, com técnicas adequadas e bem conduzida a poda das arvores pode ser realizada trazendo satisfação para todos. Nao precisa ser essa aberração que ocorreu.

      Resposta
  • 10 de novembro de 2017 em 12:57
    Permalink

    Grande besteira! Tempestade em copo dágua, podaram os galhos, não foi poda irregular – como é quando cortam a árvore e deixam somente tronco-, esse povo gosta é de polêmica. Ficou até bom, eu moro nessa rua e via que os galhos estavam na rede elétrica fazia anos, sem falar que esse IEF ficou com contingente de pessoal reduzido um tempão, as folhas do oiti acumulavam na rua e o vento jogava na porta de todos comércios e residências, falta de limpeza e organização! Foi um favor que fizeram! Hoje em dia ta todo mundo muito “sensível”.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *