HOMEM É PRESO POR IMPEDIR A FISCALIZAÇÃO DA POLÍCIA DE MEIO AMBIENTE, DE AVES EM CATIVEIRO

Conselheiro Pena – Um homem foi preso, na tarde de 11/05, no bairro do Campo, depois que impediu a fiscalização da Polícia Militar de Meio Ambiente, verificasse a criação de pássaros que tinha em casa.

Segundo a Polícia Militar, a fiscalização ocorreria, em virtude de uma operação, e quando chegaram ao endereço, foram recebidos pelo Sr. H. T., 65, que negou a entrada dos militares no local, alegando não haver mandado de busca e apreensão.

O idoso apresentou ao policiais a relação de passeriformes dos pássaros que foram visualizados na varanda da casa ao final da Av. Getúlio Vargas.

Os pássaros estavam em uma relação em nome da mãe do idoso, contendo 43 aves da fauna silvestre brasileira, entres eles são: 01 Graúna, 01
Curió, 03 Azulões-verdadeiros, 01 Azulão-da-Amazônia, 16 Trinca-Ferros-Verdadeiros, 05 Canários-da-Terra, 02 Papa-Capim, 03 Pichochos, 01 Cigarra-Rainha, 02 Bigodinhos, 01 Sabiá-Poca, 03 Sabiás-Laranjeiras, 01 Tiziu e 03 Tico-Ticos.

O idoso disse aos militares que sua mãe tem 82 anos e está acamada não tendo condições de cuidar dos pássaros, e que ele é quem cuida das aves e faz a movimentação da relação de passeriformes.

Os militares advertiram o idoso, quanto a imposição de obstáculos e ao impedimento na fiscalização, mas segundo a Polícia, ele não deixou a equipe entrar na residência para realizar a fiscalização da relação dos pássaros que estavam em cativeiro.

Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia, por impedir a fiscalização as aves, sendo também multado.

Esta matéria foi visualizada2.471 vezes

5 comentários em “HOMEM É PRESO POR IMPEDIR A FISCALIZAÇÃO DA POLÍCIA DE MEIO AMBIENTE, DE AVES EM CATIVEIRO

  • 13 de maio de 2022 em 23:25
    Permalink

    Parabéns aos Policiais de Meio Ambiente e demais outros em colaboração.

    Já senhor que impediu a entrada da fiscalização, seja penalizado a rigor, servindo de exemplo à tantos outros que por ignorância ou não, mantém aves ou qualquer espécie silvestre ou não em cativeiro.

    Será que mantivesse esses ignorantes numa prisão, mesmo lhes dando alimentos e água, aceitariam viver o restante de suas vidas numa prisão?

    Por fim, tal penalidade deveria ser mais rigorosa.
    Pois além de multa, deveria dá prisão 5 anos ou mais sem direito a recurso.

    Resposta
    • 16 de maio de 2022 em 11:19
      Permalink

      Se a ouvesse pena de verdade isso não aconteceria, porq simplesmente paga uma multa e sai e faz td novamente.

      Resposta
  • 16 de maio de 2022 em 17:06
    Permalink

    Gente, soltem às aves na área do rio João Pinto, plantei mais de quinhentas árvores da mata atlântica e 80 espécies frutíferas, justamente para tratar dos bichos que ali estão fazendo morada. Parabéns aos militares que fizeram a apreensão. Liberdade para todos os seres viventes do , menos para os criminosos que praticam maldade no planeta terra.

    Resposta
    • 18 de maio de 2022 em 21:11
      Permalink

      Sr. Luiz, um grande ato cujo o senhor está de Parabéns.
      *Que seus conselhos e atos sejam copiados.

      Resposta
  • 11 de junho de 2022 em 23:48
    Permalink

    Eu nem sabia que ainda existe fiscalização, porque em barra do cuiete muitos vivem de vender tatu, trinca ferro, paca, etc, e ninguém toma providência. Estive lá no fim de semana, e nada mudou. Aliás, nada mesmo. A estrada é a mesma merda de antes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *