Eiii tem alguém aiiií ? – Por José Nilson

A mente vazia e distorcida nos impede de enxergar o óbvio, aquilo que está diante dos nossos olhos. Jesus nos ensina a sermos livres. Estamos perdendo tempo construindo uma cultura de discórdias e ódio e esquecendo de construir uma cultura de paz!
O desejo de fazer as pessoas mais unidas e mais próximas, perdeu força diante da busca da conquista, da vitória e da zoação, menosprezo e depreciação do derrotado. Surgiram novas formas de egoísmo, disfarçadas de aparente defesa da vida, usadas para justificar todo tipo de ação violenta que destrói a fraternidade.
Saiba que o bem, como o amor, a justiça e a solidariedade não se alcançam de forma definitiva, essa conquista é diária.
Por isso não podemos nos render ao ilusionismo do mal. Uma ferramenta muito bem usada para iludir o ser humano é a economia, sempre perversa, capaz de embaraçar as consciências e destruir os sonhos de uma sociedade mais justa e solidária.
O modelo econômico atual, reduz as pessoas a produtores e consumidores, isto é, eu e você, só temos valor enquanto produzimos e consumimos, o direito à vida acaba quando paramos de produzir e de consumir, somos condenados a morte, basta observarmos as prioridades do governo.
Se não acontecer entre nós o milagre da empatia, nossa existência será dramática e carregada de conflitos. Nos tornamos espectadores, nos satisfazemos com as ilusões dos filmes, novelas, performance religiosa, esporte, nos aplicativos e redes sociais.
Com isso somos levados, induzidos a ignorar a consciência, esquecer a razão, agir pelo instinto e vivermos como zumbis. Muitos estão se deixando levar por uma proposta que está circulando ao nosso redor, um chamado a desprezar o passado, esquecer a história, toda resistência e se agarrar a alguém, ou a algum grupo, que para se manter precisa da maioria com a mente oca, desenraizados, sem conhecimento, para que se apeguem cada vez mais às suas promessas e desejos de grandeza e riqueza e permaneçam submetidos aos seus planos.
Com isso esquecemos a essência da vida, nos tornamos dominados pelas redes sociais, incapazes de pensar, criticar, debater, propor. Só seremos capazes de diminuir o crescimento do ódio, da violência, da injustiça, reconhecendo o outro como um igual, a partir daí agir em favor de uma sociedade mais humana, justa e fraterna.
– Por uma sociedade sem males –

*José Nilson se declara Sacerdote, Profeta e Rei

  • * Os texto acima é de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do jornal

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada495 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *