SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR QUE CUSTOU AO POVO MAIS DE R$ 1.500.000,00 ESTA PARALISADO EM CONSELHEIRO PENA

Conselheiro Pena  –  Cerca de 800 módulos solares e 400 microinversores  com capacidade de gerar 30 kwh de energia e daria para abastecer cerca de 300 casas populares está paralisado na prefeitura.

A tecnologia fotovoltaica foi adquirida da empresa da T8M Energia Solar  que deveria iluminar ruas e prédios públicos do município de Conselheiro Pena, beneficiando a população mais carente da cidade, que estaria isenta da tarifa de iluminação pública não esta sendo utilizado.

De acordo com a empresa, que ganhou uma licitação em 2019, o sistema deveria ter entrado em funcionamento fevereiro deste ano. A intenção com o  projeto de gerar energia solar era extinguir a cobrança da taxa de iluminação pública das residências de boa parte da população.

Segundo divulgado à época pela empresa T8M Energia Solar, no site https://www.jornalbairrosnet.com.br/,  os sistemas solares que deveriam estar funcionando possuem capacidade de gerar uma grande quantidade de energia e representaria uma economia mensal considerável para a população e possibilitaria a isenção na cobrança da taxa de iluminação pública. Isso representaria uma economia de, em média, R$20 a R$35 para cada cidadão que receber o benefício, que vai, inicialmente, atender aos mais carentes”, relatou o responsável  da empresa no site.

A empresa, T8M foi a  vencedora da licitação para fornecimento dos equipamentos, sendo que foram entregues imediatamente após a emissão da ordem de compra e não teve nenhuma responsabilidade ou relação com a instalação e possíveis atrasos. A empresa ganhadora do edital de licitação para instalação foi outra e a T8M não participou do processo.

No dia 02 de setembro, em reunião da Câmara de Vereadores o Vereador Sinvalzinho, requereu do município explicações que justifiquem o motivo do sistema ainda não está em pleno funcionamento.

As placas solares estão instaladas nos telhados de escolas, no mercado municipal que ainda não está funcionando, e em outros imóveis públicos, mas não estão funcionando.

A reportagem ligou para Secretaria de Administração da Prefeitura e não souberam informar a razão do sistema ainda não estar funcionando.

(foto: momento que as placas solares estavam sendo descarregadas no Mercado Municipal José Battestim.) fonte: jornalbairrosnet.com.br/

 

 

 

Esta matéria foi visualizada1.579 vezes

Um comentário em “SISTEMA DE GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR QUE CUSTOU AO POVO MAIS DE R$ 1.500.000,00 ESTA PARALISADO EM CONSELHEIRO PENA

  • 3 de setembro de 2021 em 11:42
    Permalink

    Frente as informações apresentadas, faz-se necessário esclarecimentos. A T8M foi a empresa vencedora da licitação para fornecimento dos equipamentos, sendo que foram entregues imediatamente após a emissão da ordem de compra e não tem nenhuma responsabilidade ou relação com a instalação e possíveis atrasos. A empresa ganhadora do edital de licitação para instalação foi outra e a T8M nem participou do processo.

    Resposta

Deixe uma resposta para Toniangelo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *