QUANDO DEVO PROCURAR UM NEUROPSICOPEDAGOGO? – Por Renata Lopes

Além das situações que por vezes, os pais ou responsáveis já enfrentavam em relação ao desenvolvimento escolar de seus filhos, com a pandemia o quadro de defasagem escolar agravou-se ainda mais.

Pesquisas(estudos) nos revela severas desigualdades na oferta de estratégias de ensino e aprendizagem, durante a suspensão das aulas presenciais entre escolas, redes de ensino, regiões e unidades federativas. No que diz respeito aos resultados da alfabetização das crianças nos períodos pré e pós-pandemia, constata-se um aumento considerável, a partir de 2021, no percentual de crianças que não sabem ler e escrever no País, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-c). Seguindo essa tendência, os resultados comparativos do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), evidenciam que aumentou o percentual de alunos cuja desenvoltura em Língua Portuguesa está localizada nos níveis mais baixos da escala do Saeb, em que os estudantes não demonstram possuir habilidades básicas, como escrever palavras com correspondências regulares entre letras e fonemas a partir de ditados, este é o cenário que temos, muitas crianças e adolescentes com diversas dificuldades escolares, seja para aprender a ler, compreender e desenvolver os cálculos, raciocínio lógico, dificuldade de concentração, atenção ou foco, baixo desempenho em atividades curriculares e cotidianas. Essas dificuldades, por falta de conhecimento, têm sido por vezes interpretadas, erroneamente, como descaso, desinteresse, preguiça ou ainda incapacidades de aprender. Porém o problema pode estar bem além do comportamento apresentado.

Se o seu filho se enquadra em alguma dessas situações, esta é a hora de procurar um neuropsicopedagogia. A neuropsicopedagogia é uma área com foco de estudo e compreessão no processo de aprendizagem, com olhar prático e munida de estratégias individualizadas, consolida e proporciona o desenvolvimento cognitivo. A nossa prática se dá através da avaliação neuropsicopedagogica com testes reconhecidos, identificando os reais motivos dos problemas apresentados, intervindo de maneira focal, objetiva e assertiva, proporcionando assim o desenvolvimento das habilidades em questão. A prática neuropsicopedagogica não é um reforço escolar, e sim a identificação e a ação direta sob o motivo desencadeador do(s) problema(s), proporcionando estimulo, resposta e reabilitação cognitiva, em tudo respeitando as individualidades que todo indivíduo possui.

Agora além de você saber quando procurar o profissional neuropsicopedagogo, também saberá onde o encontrar. No meu espaço de atendimento, situado à Rua José Maurício de Vasconcelos (Praça da Matriz) n° 1759, loja 02, Conselheiro Pena – centro (ao lado da farmácia São José) ou agende uma avaliação através do telefone e whatszap (33) 98465 – 3359.

  • Neuropsicopedagoga clínica e institucional
  • CBO 2394-40/45
  • O artigo é de inteira responsabilidade da autora
Esta matéria foi visualizada259 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *