MÃE – A MISSÃO MAIS SUBLIME DE UMA MULHER – Por Rev. Wellington Ricardo

Rev. Wellington Ricardo - Pastor da  Igreja Presbiteriana Simonton Conselheiro Pena
Rev. Wellington Ricardo – Pastor da Igreja Presbiteriana Simonton Conselheiro Pena

Estamos nos aproximando do dia das mães, no próximo dia 13 de maio, comemora-se esse dia tão importante. A mãe traz dignidade a sua família, a sua casa. A bíblia diz que “a mulher sabia edifica sua casa”. Uma boa mãe alegra o coração dos seus filhos e de seu marido. Deus dotou a mulher com essa capacidade divina de gerar filhos, ela alimenta-os no seio, ensina-lhes as primeiras palavras, primeiros passos, acompanha-os durante toda fase de crescimento (instrui, cuida, enche de ternura, aconselha, alegra, chora, intercede diante de Deus, sofre, sacrifica – sempre visando o melhor para o filho), por todos esses fatores, comemorar o dia das mães é um grande privilégio.
Nos nossos dias, a mulher tem conquistado sucesso nas mais variadas áreas da vida pessoal, bem como profissional. Num mundo tão competitivo como o nosso, a mulher tem conquistado seu espaço com muita competência, inteligência e profissionalismo. Sem sombra de dúvida, a capacidade feminina esta acima de qualquer questionamento. Contudo, a missão mais sublime de uma mulher não é no campo social, acadêmico ou profissional, a missão mais sublime de uma mulher é a maternidade. Nenhum êxito sócio/político/econômico deve estar acima desta tarefa essencial e necessária, dada por Deus. A família deve ser o alvo primordial no coração de uma mulher. Ser mãe é ser símbolo de coragem, abnegação, ternura, disciplina e amor. Quero destacar aqui algumas marcas centrais desta sublime missão, a de ser MÃE.
Primeiro: Mãe Educadora.
Toda mãe e por natureza uma educadora, uma pedagoga. Temos na Bíblia, um jovem pastor chamado Timóteo, sua mãe se chamava Eunice. Ela foi uma mulher dedicada na educação de Timóteo, trazia sempre nos seus lábios palavras de sabedoria. Ela transmitiu a Timóteo que os valores bíblicos (espirituais) são mais importantes do que as vantagens deste mundo transitório. Necessitamos urgentemente de mães que estejam conectadas as necessidades de seu lar, lutando com muito empenho na formação de seus filhos, para que esses se tornem homens valorosos nas mãos de Deus e tremendamente úteis a nossa sociedade.
Segundo: Mãe Conselheira.
Uma mãe cuja fé esta em Deus e em sua palavra, estará sempre ligada as necessidades psicológicas e emocionais dos filhos. Uma boa mãe sempre mantém o equilíbrio entre firmeza e doçura, amor e disciplina. A mãe precisa cultivar um relacionamento íntimo, saudável e inteligente com os filhos, a fim de que eles possam sentir segurança e liberdade para buscar nela uma palavra de orientação e ajuda na caminhada da vida, bons conselhos e principalmente os que são pautados na Palavra de Deus, abençoam por toda a vida os filhos.
Terceiro: Mãe Intercessora.
Uma das missões mais importantes que a mãe exerce no lar e, sobretudo, na vida dos filhos, é o da intercessão. A mãe alcança mais os filhos quando está com os joelhos dobrados diante de Deus, em favor deles, do que quando está “gritando” com eles, sobre seus erros e falhas. A mãe que fala constantemente de seus a Deus, afastará de seus olhos as decepções tão comuns de nossos dias. Ela deve ser uma intercessora e não apenas uma testemunha. As mães que mais influenciaram a família e a história; foram às mulheres que mais tiveram intimidade com Deus em oração.
Feliz dia das mães.

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada311 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *