A IMPORTÂNCIA DO SANEAMENTO AMBIENTAL – Por Valter Ferreira de Andrade

Quando falamos de saneamento básico, não podemos deixar de mencionar a sua importância para a sociedade no contexto de saúde pública e ambiental. Não adianta falar em saúde sem uma boa estrutura de saneamento básico e não adianta querer qualidade de vida sem as ações de saneamento básico e intervenção ambiental.
Batemos constantemente na mesma tecla sobre a necessidade da implementação de serviços de saneamento como forma de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, mas o que vemos são nossos rios, córregos e igarapés totalmente poluídos pelas descargas de esgotos sem nenhum tratamento e lançamento de lixo em seus leitos.
Embora percebamos certa preocupação nas diversas esferas de governos com vistas à minimizar a situação caótica de grande parte dos municípios brasileiros, a realidade infelizmente é outra e o nosso país sempre se destacando negativamente pelo elevado déficit no setor de saneamento, e a justificativa mais comum recai sobre a falta de recursos financeiros e planejamento.
Alguns dados preocupantes abaixo nos mostram a necessidade urgente de reversão do quadro atual e a esperança aumenta com a grande conquista da população dos municípios que contam com o Plano Municipal de Saneamento Básico elaborado e aprovado pelas Câmaras Municipais, cumprindo exigência do governo federal através da Lei 11.445.
· Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 88% das mortes por diarreia são causadas por falta de saneamento adequado.
· Dados do Ministério das Cidades relatam que 36 milhões de brasileiros não dispõem de água tratada;
· Apenas 48% da população brasileira é atendida por coleta de esgoto e menos de 40% desse esgoto recebe tratamento;
· O Brasil ocupa a 112ª dentre 200 países no ranking internacional de saneamento;
· Apenas sete das 27 capitais brasileiras contam com mais de 80% de coleta de esgoto.
Por fim, especialistas das Organizações das Nações Unidas (ONU) apontam a necessidade dos investimentos em saneamento básico e afirmam que, para cada dólar gasto com tratamento de esgoto, quatro são economizados no setor de saúde.
No dia 5 de junho é comemorado o dia mundial do meio ambiente. Sabemos da importância de mantê-lo ecologicamente equilibrado e sabemos também que através de simples atos como: “preservação das nascentes, evitar o desperdício de água, não jogar lixo na rua, nos quintais, nos lotes vagos e nas estradas, não manter em cativeiro animais silvestres,” podemos estar ajudando tornar o meio em que vivemos mais saudável.

  • Valter Ferreira de Andrade é Técnico em Saneamento Ambiental servidor da FUNASA
  • ******este texto é de inteira responsabilidade do seu autor e não representa necessariamente a opinião do site

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada542 vezes

Um comentário em “A IMPORTÂNCIA DO SANEAMENTO AMBIENTAL – Por Valter Ferreira de Andrade

  • 9 de novembro de 2019 em 14:48
    Permalink

    Muito importante Valter parabéns pelo seu trabalho você tem uma visão diferenciada vai em frente que o sucesso estará garantido.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *