VOLTA ÀS AULAS COM SEGURANÇA – Por Dr. Karol Henriques

Em 2020, as escolas foram as primeiras a serem fechadas e as últimas a reabrirem, quando, mais tarde, evidências científicas mostraram que as crianças não têm um papel importante na cadeia de transmissão.
A maioria dos países, especialmente da Europa, que está voltando a endurecer as medidas de restrição, decidiu que, agora, as escolas serão as últimas a serem fechadas. “A criança não é a vilã.
Mas, se as escolas realmente forem reabertas, isso deve ser feito com parcimônia, cuidado e de forma progressiva.
Mas não basta que apenas a escola tome os devidos cuidados, a participação da familia é indispensável para um ambiente seguro.
Os responsáveis pela criança devem ensiná-la sobre a importância da higiene: lavagem das mãos, não compartilhar objetos, cobrir a boca quando tossir, usar máscara e álcool gel quando estiver fora de casa.
Os pais devem estar sempre muito atentos a qualquer sintoma, principalmente respiratório, como uma tosse, uma simples coriza, temperatura um pouco mais alta, um mal estar qualquer ou mesmo sintomas do trato digestivo, como diarréia.
Nesse caso, deixe a criança em casa, para evitar que ela dissemine a doença na escola.

  • Medicina Humanizada – CRM 58486
  •  O texto é  de inteira responsabilidade de sua autora e não representa necessariamente a opinião do jornal

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada549 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *