5 MOTIVOS PARA LEVAR SEU FILHO A UM ODONTOPEDIATRA ESPECIALISTA EM ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES – Por Dra. Fátima* Zambon

A Ortopedia Funcional dos Maxilares (OFM) é uma especialidade com nome comprido e que a maioria das pessoas desconhece. Mesmo que você não entenda muito bem o que é a OFM, vou te explicar nesse artigo essa especialidade odontológica, onde são realizados tratamentos que buscam a eficácia das funções orais e que são importantíssimas para o crescimento e desenvolvimento corretos do sistema estomatognático.
Temos 5 (bons) motivos para você levar seu filho a um Ortopedista Funcional dos Maxilares. Vamos a eles!
1- Avaliar as funções da boca em tempo oportuno
A OFM avalia, desde muito cedo, a oclusão (mordida), a mastigação, a deglutição e o posicionamento da língua, que influenciam ativamente no crescimento e desenvolvimento das arcadas e da face.
Estudos demonstram que a correção de maloclusões antes mesmo das trocas dentárias, traz inúmeros benefícios para o crescimento e desenvolvimento infantil, além de proporcionar resultados mais estáveis a longo prazo.
Por exemplo, se uma criança de 3 anos está com dificuldades na mastigação ou apresenta uma deglutição adaptada, faz parte da avaliação inicial do Ortopedista Funcional dos Maxilares esse diagnóstico e conduta de um tratamento, se necessário.
2- A Ortopedia Funcional dos Maxilares sugere tratar a maloclusão assim que diagnosticada
O desequilíbrio das funções orofaciais podem aparecer pelas mais diversas razões. Quando são muito evidentes, a ponto de causar desarmonia facial, como por exemplo uma mastigação unilateral decorrente de uma mordida cruzada, a avaliação de um Ortopedista Funcional dos Maxilares pode indicar a necessidade de tratamento, ainda em estágio inicial, visando a melhoria na qualidade de vida do paciente.
Quanto antes qualquer problema odontológico é diagnosticado, melhores são os prognósticos de tratamento.
3- Contribuir na promoção da saúde oral e, consequentemente, na saúde integral de crianças e adolescentes
Você sabia que existe uma estreita relação das mal-oclusões com os 5 sentidos?
Isso mesmo! As mal-oclusões possuem conexão com a respiração, a fala, a mastigação e todo o sistema crânio-facial. Qualquer disfunção desses mecanismos pode alterar o paladar, o olfato e os demais sentidos desse paciente.
Resolver esses problemas o mais cedo possível é contribuir para a qualidade de vida e saúde do indivíduo como um todo.
4- A Ortopedia Funcional dos Maxilares orienta os pais sobre estímulos a serem dados aos pequenos
Mastigar é uma função aprendida pelas crianças e importantíssima para um perfeito crescimento e desenvolvimento da face. Mastigação ineficiente ou só de um lado da boca, mastigar com a boca aberta, dificuldade em triturar alimentos são alguns dos problemas que podem ser resolvidos pela OFM com o auxílio muitas vezes de profissionais como as fonoaudiólogas.
Em casa, os pais e cuidadores devem oferecer alimentos mais duros, secos, fibrosos e em pedaços maiores para estimular a mastigação.
A mastigação eficiente faz com que a criança aproveite mais e melhor os nutrientes dos alimentos; digestão melhor e sem dificuldades; possibilidade concreta de se alimentar fazendo uso de alimentos menos picados e batidos.
5- Tratar problemas que podem influenciar na sua saúde até a vida adulta
80% da face da criança está desenvolvida até os 6 anos de idade. Sendo assim, porquê esperar para tratar? É essencial tratar e corrigir disfunções como as mordidas cruzadas ou abertas, arcadas pequenas(atrésicas), mau posicionamento dentário e da língua, posição errada do queixo entre outras, antes que se tornem mais graves.
Desequilíbrios mastigatórios, disfunções articulares e problemas periodontais podem impactar a vida do paciente no futuro caso não tenham o tratamento adequado.
Alterações mandibulares são recorrentes em jovens e adultos e a má oclusão é perfeitamente possível de ser tratada prematuramente. Quando disfunções não são corrigidas elas podem ocasionar problemas respiratórios, ósseos e articulares, posturais entre outros. O acompanhamento da criança por parte do Ortopedista Funcional dos Maxilares é essencial.

* Cirurgiã Dentista – Especialista em Odontopediatria

** o texto é de inteira responsabilidade da autora e não representa necessariamente a opinião do site

Esta matéria foi visualizada225 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *