ACIDENTE NA BR 259 MATA LUCIANA PRADO- VIÚVA DE BETO VASCONCELOS E SEU NAMORADO- FILHO DE 12 ESTÁ FORA DE PERIGO

foto rede social1

BR-259 – Um grave acidente foi registrado pela Polícia Militar Rodoviária, na altura do KM 109, já no município de Galiléia, ontem , 22/04.

Uma Hilux conduzida por Carlos Domingos B. Junior, de 25 anos e bateu de frente com uma caminhonete Fiat Strada que no momento era conduzida por José Jacinto Martins, 58.

Segundo informações de usuários da rodovia, o garoto de 12 anos e condutor da Hilux, Carlos Júnior,  foram socorridos em estado gravíssimo e levados pela ambulância de Galiléia para o Hospital de Governador Valadares; ja a passageira Luciana Pereira Pinto Prado, 44, morreu no local.

Segundo o condutor do Fiat Strada, Jose Jacinto, disse aos militares que no local do acidente efetuou uma ultrapassagem e ao retornar para a sua faixa, visualizou um outro veículo parado as margens da rodovia, e para evitar a colisão, fez outra ultrapassagem, quando acabou batendo na lateral da Hilux, que seguia em sentido contrário.

José Jacinto, sofreu algumas escoriações. Já o condutor do veículo que estava parado na rodovia, disse aos militares que estava com problemas mecânicos.

Os veículos  foram retirados do local, após liberação da perícia técnica, pelo serviço de remoção contratado. Não foi possível colher informações sobre o estado de saúde de Carlos Domingos e do adolescente.

10h30m – Carlos Domingos Battestin Junior faleceu no hospital

Por David Luvinstain para o Jornal Notícias no Leste

Equipe PM no Local: Sgt Erli, Sgt Gilson Maia, Sgt Cirilo, Sgt Oseas Jr, Sgt Ramos, Sgt Laercio

fiat strada que bateu

Comentários

Comentários

Esta matéria foi visualizada22.819 vezes

2 comentários em “ACIDENTE NA BR 259 MATA LUCIANA PRADO- VIÚVA DE BETO VASCONCELOS E SEU NAMORADO- FILHO DE 12 ESTÁ FORA DE PERIGO

  • 23 de abril de 2019 em 23:27
    Permalink

    Não Ultrapassar,não estacionar em local proibido e uso de cinto de segurança, poderiam ter evitado essas perdas irreparáveis das famílias.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *