TEMENDO POR SUA SEGURANÇA, MULHER DENUNCIA EX-NAMORADO POR PERSEGUIÇÃO

Conselheiro Pena – Uma mulher acionou a Polícia Militar na noite do dia 24/05, informando que estava sendo perseguida pelo ex-namorado e temia por sua segurança.

Uma equipe da Polícia Militar foi até o local, onde encontraram a mulher, que relatou ter terminado o namoro com o suspeito, e que ele, insiste em retomar a relação, e quando estava com o atual namorado, o rapaz chegou à porta de sua casa, em uma motocicleta preta, ameaçando seu namorado.

Amedrontada, a mulher disse aos militares que o suspeito a persegue constantemente e que ele sempre estaciona a motocicleta em frente à
sua casa para ficar lhe vigiando, tendo agredido no passado por ela estar conversando com outra pessoa na rua.

Os militares foram em diligência até a suposta casa do perseguidor, mas ele não foi encontrado.

A mulher preferiu ficar em casa com os filhos, mesmo com a Polícia oferendo de leva-la a casa de parentes naquela noite.

Somente de janeiro a abril deste ano, Minas Gerais registrou 45.409 casos de violência contra a mulher. Em 2021, foram 144.618, de acordo com os dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública.

Diante desse cenário, autoridades do Ministério Público e do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, além de policiais, assistentes sociais e membros da sociedade civil organizada se reunirão em um workshop, de quarta-feira (25) à sexta (27) para debater o assunto, discutir casos e propor soluções para o problema.

O 11º Workshop de Acesso à Justiça será promovido pelo Instituto Avon em Belo Horizonte. De acordo com a diretora executiva da organização, Daniela Grelin, a única forma de enfrentar esse problema sistêmico, que perpassa toda a sociedade, é agir em rede.

Esta matéria foi visualizada2.978 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *