NÚMERO DE CÃES E GATOS DE RUA AUMENTA – POPULAÇÃO ESPERA POR PROGRAMA DE CASTRAÇÃO E ESTERILIZAÇÃO

Lado outro, muitas cidades de Minas, estão sendo atendidas pelo Programa Estadual de Estilização de Animais Domésticos, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). A castração pode ser feita junto a uma  clínica parceira com o município, e mediante agendamentos . Cães e gatos em situação de rua ou que possuem tutores de baixa renda poderiam ser castrados de forma gratuita.

O Programa Estadual de Estilização de Animais Domésticos reúne ações de um conjunto de convênios sob gestão da Subsecretaria de Gestão Ambiental e Saneamento (Suges) da Semad, para promover o manejo ético populacional de animais domésticos em Minas Gerais.

Ludmila Almeida Vertelo,  responsável pela Vigilância em Saúde Ambiental do município de Sabinópolis, relata que “esse convênio é especificamente para animais de baixa renda e de rua. Os de rua são atendidos via Organizações Não-Governamentais (ONGs), que os capturam e se responsabilizam pelo pós-operatório e adoção. Cães e gatos também são atendidos pela zoonose”.

No município não encontramos quem pudesse falar sobre o assunto e se haveria interesse de Conselheiro Pena em participar do Programa do Estado de Minas.

“A castração é um método mundialmente reconhecido por ser altamente seguro e eficaz no controle populacional de cães e gatos urbanos e atuar na prevenção e redução de diversas doenças. Além de reduzir a taxa de natalidade, colabora para a longevidade e bem-estar deles. O número de animais carentes e abandonados devido a nascimentos indesejados é um problema social que pode ser revertido com a castração, que gera a diminuição da superpopulação pela redução de gestações indesejadas e consequentes abandonos e maus-tratos”, esclarece a médica veterinária Dávyla Mystica Magalhães do Carmo, membro da equipe do projeto. A médica ressaltou, ainda, que, a castração também evita a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis entre os animais, como o Tumor Venéreo Transmissível (TVT), que, infelizmente, é comum em animais abandonados, dentre outras doenças.

Esta matéria foi visualizada620 vezes

Um comentário em “NÚMERO DE CÃES E GATOS DE RUA AUMENTA – POPULAÇÃO ESPERA POR PROGRAMA DE CASTRAÇÃO E ESTERILIZAÇÃO

  • 26 de maio de 2022 em 16:45
    Permalink

    Lamentavelmente outros problemas sérios estão ocorrendo, como quintais e lotes abandonados, ruas sem limpeza, proliferação de ratos, num total desrespeito ao contribuinte.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *