CINOMOSE CANINA – Por Dra. Isadora Vieira*

A Cinomose canina é caracterizada como uma doença viral multissistêmica altamente contagiosa e severa. A infecção dissemina-se rápido entre os cães, sendo os não imunizados de qualquer idade, sexo ou raça os mais susceptíveis, porém a doença é mais comum em filhotes entre 3 e 6 mêses.
A transmissão ocorre através da exposição ao ar, e é liberado por animais infectados em todas as secreções e excreções do corpo (urina, fezes e secreções nasais e oculares) por até 90 dias após a exposição ao vírus.
Os sinais clínicos dependem da fase em que a doença se encontra no animal. Ela pode evoluir em quatro fases:
RESPIRATÓRIA: tosse seca ou produtiva, pneumonia, secreção nasal e ocular, febre.
GASTROINTESTINAL: vômito, diarreia eventualmente sanguinolenta e febre.
NERVOSA: alterações comportamentais, convulsões, contrações musculares,
movimento de andar em círculos e peladalagem.
CUTÂNEA: é marcada por dermatite com pústulas abdominais.
O diagnóstico é fundamentado de acordo com os sinais clínicos, testes rápidos e exames laboratoriais. Não há tratamento específico.
Para a prevenção da doença basta realizar a vacinação anual do seu cachorro. Os filhotes podem ser vacinados com vacina viva modificada a partir de 6 a 8 semanas de idade. A vacinação deve ser realizada somente por um médico veterinário.
Na VETMAIS você encontra as melhores vacinas importadas para manter seu pet protegido contra essa e outras doenças.
VACINAR É UM ATO DE AMOR!

  • Dra. Isadora é Médica Veterinária – CRMV-MG 21.835
  •  O texto é de inteira responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do jornal
Esta matéria foi visualizada198 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *